História 

 

 

   
       

 

Tudo começou em um pequeno quarto no fundo do quintal da casa dos meus avós, onde o Preto Velho Pai Joaquim D' Angola trabalhava para as pessoas que o procurava para tratar da saúde do corpo  e do Espírito.  Eram muitos os clientes que freqüentavam, as segundas-feiras na parte da tarde, para conversar com esta Entidade. Esses mesmos clientes manifestaram a vontade de realizar uma feijoada para o Pai Joaquim. Havia uma casa fechada no final do terreno e com a permissão da minha falecida avó, arrumados a mesma apenas para festejar os Preto-Velhos. A partir desta comemoração, iniciou-se  uma nova fase e no dia 13 de maio de 1979 ás 14:30 hs, tocou o primeiro atabaque da Casa D' Oxalufã, sempre contando com o apoio dos familiares do Zelador de Santo, que começou muito cedo na vida Espiritual. O Pai carnal do Zelador foi desenvolvido em uma das filiais da Tenda Mirim, vindo em seguida trabalhar com o Zelador. Ajudou a construir não só espiritualmente, como materialmente a nossa Casa. Atualmente a Casa continua em pleno funcionamento, procurando realizar da melhor maneira, aquilo que o Orixá nos pede: A caridade e auxílio aqueles que nos procuram. Não podemos deixar de citar, a grande ajuda e incentivo da Mãe carnal do Zelador, que até os dias de hoje apóia esta Tenda Espírita.